E o patrocinador dos Jogos Olímpicos com mais engagement é…

Briefing

A McDonald’s. Pelo menos de acordo com a monitorização que a E.Life fez das páginas no Facebook dos principais patrocinadores oficiais da competição durante a semana que antecedeu o início da competição.

Assim, de 29 de julho a 5 de agosto, a página da McDonald’s registou mais de nove mil interações, distante das 4.330 assinaladas na Samsung e das 3.330 obtidasa pela Visa.
Já no que respeita às populações, o primeiro lugar é de um post da Omega Watches de 4 de agosto, uma foto que conquistou 10 mil likes, 607 partilhas e 237 comentários.
O segundo post com mais engagement foi um vídeo publicado na página da Visa e que gerou mais de 12 mil gostos, 483 partilhas e 277 comentários. Em terceiro lugar está a publicação que a McDonald’s realizou sobre a abertura dos Jogos Olímpicos e que alcançou 4,7 mil likes.
A E. Life, empresa de inteligência de mercado e gestão de relacionamento nas redes sociais, nota que, no período em análise, as publicações em vídeo superaram a partilha de fotos.

 

ANALISE O QUE O CONSUMIDOR DIZ SOBRE SUAS CAMPANHAS MONITORANDO OS POSTS PATROCINADOS

Uma campanha bem sucedida gera engajamento, na forma de comentários e replies. Saiba como entender o que o consumidor quer dizer sobre suas campanhas no Facebook.

O que são Dark Posts?

Com a diminuição do alcance das marcas após o novo algoritmo do Facebook entrar em vigor, é cada vez mais importante medir o que o consumidor engajado acha do seu conteúdo. Especialmente do conteúdo pago.

Patrocinar posts gera comentários e engajamento, logo é preciso monitorá-los para descobrir diferentes insights, tais como: quem mais se engaja, hashtags mais associadas à campanha nos comentários e replies, necessidade de interação etc.

Há vários tipos de posts patrocinados. No Facebook há os chamados dark posts, um post que possui características únicas que aumentam sua eficácia em atingir públicos segmentados.

Ao criar uma campanha comum ou promover uma publicação simples para todos os fãs da página, a mensagem aparecerá inclusive para pessoas que não têm interesse pelo produto. Com o dark post você direciona o anúncio, que ficará visível apenas para o público determinado e não será exibido no mural da página.

O propósito aqui é trabalhar a comunicação no Facebook de forma segmentada, para os diversos grupos de interesse que a empresa pode ter – ideal para empresas com diferentes ofertas de produtos para públicos distintos -, sem poluir a sua timeline ou interromper o público que não está envolvido com a mensagem.
Dark Post Vivodarkpost.png

Do dia 01 de junho até o dia 25 de julho, monitoramos o fluxo de atividades da página da operadora Vivo no Facebook. Identificamos o dark post com maior quantidade de curtidas e analisamos sua performance.

O post sobre o novo portal da operadora para pais e educadores discutirem soluções sobre o uso seguro da internet para crianças foi publicado no dia 1º de junho. A publicação recebeu mais de 3,5 mil curtidas, 265 comentários e foi compartilhado 73 vezes. Obteve a segunda melhor performance e a maior dentre os dark posts.

 

 

Top Hashtags

As hashtags mais associadas ao dark post da Vivo foram: #internetjusta, #vivo, #semlimites e#internetsemlimites.

hashtags.png

 

Top Terms

Os termos mais comuns utilizados pelos usuários que comentaram na publicação foram: “vivo”, “internet”, “gente”, “dados” e “operadora”. Notamos, também, que muitos usuários protestaram contra à limitação na velocidade de dados que a operadora irá implementar, utilizando termos como: “limitar”, “limite” e “anatel”.

termos.png

 

Top Users

Aqui vemos quais foram os usuários que mais comentaram na publicação. Neste dark post da Vivo, não houve usuário que comentou mais de uma vez – embora seja comum, principalmente em situações de crise ou insatisfação com o produto oferecido.

users.png

 

Hour

Com ajuda do gráfico “hour” descobrimos os horários mais comuns em que a maioria dos comentários foram feitos no post. Notamos que o fluxo aumentou às 11h, diminuiu no horário do almoço, e voltou a crescer às 13h. Depois disso, as mensagens voltam a ser publicadas com maior frequência às 17h (horário em que muitas pessoas terminam o expediente no trabalho) e às 23h (quando, provavelmente, o usuário já está em casa).

hour.png

 

Como fizemos?

Com ajuda do Buzzmonitor, cadastramos a página da Vivo e criamos um report novo para monitorar somente dark posts. Para isso, basta ir no menu Edit Report e ir em Facebook Only. Selecione as opções: Origin > Page e From > Page.

Feito isso, aplique as alterações no report. Na barra de ferramentas, localizada logo abaixo do gráfico, selecione e opção: Likes. Dessa forma você filtra todas as publicações realizadas pela página por ordem de curtidas.

Recording-#106.gif

 

Nesse caso, notamos que as duas primeiras publicações eram campanhas normais, visíveis no mural da página. Já a terceira não. Logo é um dark post:

Recording-#107.gif

 

Agora que já encontramos o dark post, você irá colocá-lo como filtro de seu report. Basta clicar em Add this post to your filters, nas barra de sentimento.

filter.png

 

Assim que você adicionar o ID do dark post aos seus filtros, você terá a opção de colocar mais posts na sua filtragem (você pode monitorar mais de um dark post em um mesmo relatório).

more.png

 

Volte ao menu Edit Report, lá você encontrará o ID do post em Posts filtered (para removê-lo basta clicar no X vermelho).

Mude as configurações do menu Facebook Only para: Origin > Page e From > User.

fonly.png

 

Agora você tem um relatório apenas com aquilo que os usuários comentaram no dark post.

graph.png

 

Se o seu cliente tiver várias agências ele pode ter um dashboard único para todas as campanhas que estiveram sob sua supervisão. Basta clicar em View as a dashboard após ter criado todos osreports.

Faça o download gratuito de nosso e-book “Como otimizar o ROI dos seus anúncios no Facebook” e conheça mais estratégias com dark posts.

content (1).png

INTERAÇÕES X ENGAJAMENTO NO FACEBOOK

Em quais situações devo usar as duas métricas e como são calculadas?

Com a disputa para aparecer no feed de notícias, seja com publicações impulsionadas ou de alcance orgânico, é importante para sua marca escolher qual métrica será usada: interação ou engajamento? Ambas são fundamentais, dependendo do que você quer observar.

A base de fãs passou a não ter a importância que tinha antes, pois não é ela que dita seu alcance e, sim, o investimento em conteúdo. Em uma página que atinge um milhão de fãs com uma única publicação, as interações podem ser usadas para medir curtidas, comentários e compartilhamentos, havendo a possibilidade de comparar com a concorrência. Por isso, mensurar as interações da sua página traz números muito mais precisos em relação ao seu próprio conteúdo.

No entanto, não há como medir o investimento em anúncios do seu concorrente. É aí que a taxa de engajamento entra: quando você compara com o concorrente e não sabe se a publicação dele é paga ou não, a taxa de engajamento ainda é a principal métrica. Ela é calculada da seguinte forma:

Engajamento = Número de interações do período / número posts do período / total de fãs do período = resultado x 100

Assim, a taxa de engajamento é útil ao mensurar as informações que duas marcas têm no Facebook, pois a métrica usa no cálculo a base de fãs. As interações podem ser utilizadas quando serão comparadas publicações dentro de uma mesma página.

Com o Buzzmonitor Facebook Pages Performance, mensuramos todo o engajamento e interações das páginas da Vivo (3 milhões de fãs) e Oi (2 milhões de fãs) durante os últimos 30 dias (21 de maio a 21 de junho). Confira o resultado abaixo:

Interações

 

Engajamento

 

Apesar de não sabermos quanto cada marca investiu nas publicações, vemos que a Oi possui maior taxa de engajamento e interações que a Vivo, embora esta possua a maior base de fãs.